fbpx
17.2 C
Madrid
24 de junho de 2024
Brillando En La Oscuridad
Ficção

Episódio 3: A Busca por Ajuda

La historia de un ejecutivo en su lucha contra el trastorno de ansiedad.

img la busqueda de ayuda • https://brillandoenlaoscuridad.org/pt/episodio-3-a-busca-por-ajuda/ • Autocuidado e Bem-estar, Recursos e Ferramentas • ansiedade, estigmas, liderança, trabalho •

No Auge, Dentro do Turbilhão

A história de um executivo em sua luta contra o transtorno de ansiedade.

EPISÓDIO 3

A Busca por Ajuda

O dia havia chegado. Após uma semana de espera, André estava sentado na sala de espera do psicólogo, mexendo nervosamente no relógio de pulso. As paredes estavam decoradas com quadros de paisagens tranquilas e uma suave música instrumental preenchia o ambiente, mas nada parecia acalmar seu nervosismo. “E se alguém me reconhecer aqui?”, pensava, embora soubesse que sua preocupação era infundada.

A porta se abriu e uma voz gentil o chamou pelo nome. “André, sou a Dra. Lopes. Por favor, entre.” André se levantou, respirou fundo e seguiu a doutora até seu consultório.

Uma vez lá dentro, a Dra. Lopes convidou André a sentar-se em um confortável sofá. “O que o traz aqui?”, perguntou com uma voz que denotava tanto profissionalismo quanto calor humano.

André demorou alguns momentos para responder, organizando seus pensamentos. “Tenho lidado com muita ansiedade ultimamente,” começou, “e isso tem começado a afetar todas as áreas da minha vida, incluindo meu trabalho e meus relacionamentos familiares.”

A Dra. Lopes assentiu, incentivando-o a continuar. André então falou sobre as reuniões interrompidas, a insônia, a preocupação constante que parecia não ter fim. À medida que falava, sentia-se um pouco mais leve, como se ao compartilhar seu fardo, este se tornasse menos pesado.

“Obrigado por compartilhar isso comigo, André. É um grande passo reconhecer que precisa de ajuda e buscá-la,” disse a Dra. Lopes. “O que você descreveu soa como um transtorno de ansiedade generalizada, mas vamos trabalhar juntos para confirmar isso e desenvolver um plano de tratamento adequado.”

O restante da sessão foi dedicado a explorar a história pessoal e médica de André, seus padrões de pensamento e comportamento, e os gatilhos específicos de sua ansiedade. A Dra. Lopes explicou que o tratamento poderia incluir terapia cognitivo-comportamental, que ajuda a mudar os padrões de pensamento e comportamento, possivelmente complementada com medicação.

“É importante que você entenda que isso não será resolvido da noite para o dia, mas você está no caminho certo,” concluiu a Dra. Lopes. “A ansiedade é completamente tratável, e com comprometimento e paciência, você pode aprender a geri-la eficazmente.”

Ao sair da consulta, André se sentiu esperançoso pela primeira vez em muito tempo. Sabia que o caminho para a recuperação seria desafiador, mas também sabia que não precisava percorrê-lo sozinho.

Enquanto caminhava de volta ao carro, refletia sobre a importância de desestigmatizar os problemas de saúde mental, especialmente em ambientes de alta pressão como o seu. Prometeu a si mesmo que, uma vez que estivesse no caminho da recuperação, ajudaria a mudar a cultura em seu local de trabalho para que outros não tivessem que sofrer em silêncio.

Este episódio não só marca um ponto crucial na luta pessoal de André contra a ansiedade, mas também planta a semente para futuras mudanças em sua vida profissional e pessoal, mostrando sua crescente determinação de enfrentar e superar seus desafios.

Artículos Relacionados

Valora este artículo